Header AD

i

"A Lenda de Tarzan" Crítica da Semana


Warner Bros. Pictures em associação com Village Roadshow Pictures leva aos cinemas a aventura de ação “A Lenda de Tarzan“,estrelada por Alexander Skarsgård (da série da HBO “True Blood”) como o célebre e querido personagem criado por Edgar Rice Burroughs.



O roteiro é bem amarrado, apresenta uma trama diferente do que já vimos relacionado ao homem da selva, agora é apresentado um Tarzan, ou melhor a um John Clayton III, voltando a selva do Congo onde ele passou a maior parte da vida, para ajudar uma população vulnerável à mercê de um tirano. O fato do filme ter início com um Tarzan já introduzido na sociedade moderna e casado com a Jane, é um ponto acertado para tom do filme que acaba por mostrar o que acontece depois do foram "felizes para sempre" do clássico da Disney.


O longa recebe a assinatura de David Yates, que já tem em seu curriculo os quatro últimos filmes da franquia Harry Potter,  e que aqui nos mostra um Tarzan com uma personalidade sombria, o que faz todo sentido já que o nosso héroi foi criado na selva em meio a conflitos e perdas.


 Outro destaque na produção é para a nova queridinha Margot Robbie (Alerquina em "Esquadrão Suicida"), que aqui vive uma Jane forte e decidida, que mesmo sendo a mocinha que precisa ser salva, mostra uma interpretação nada óbvia e um tanto guerreira, que em muitos momentos nos surpreende.


 O longa ainda conta com a presença de um dos mais rentaveis atores da atualidade, o versatil Samuel L. Jackson vivendo George Washington Williams, trazendo o humor na medida certa para alíviar todo o peso das questões abordadas no filme e que ao lado de seu amigo Tarzan, partem em busca de um resgate mirabolante de tirar o fôlego. A trama foge do obvio e trabalha muito bem o vilão, interpretado pelo sempre competente Christoph Waltz (Capitão Rom), um homem frio, sem muitas emoções , com um objetivo pontual que em busca de furtuna colide com o héroi.


As cenas de lutas e ação em meio a selva são muito bem dirigidas, em alguns momentos dando o clima de tensão certa cuminando no famoso grito do personagem.  Vale destacar também a interação que Tarzan tem com os animais, as cenas são belissimas e dão um ar mágico para a produção.


Mas apesar do clima em alguns momentos ser meio "mágico" e até belo, o longa não tem nada de infantil, com uma história sombria, cenas fortes e questões para refletir, o filme vai além da pipoca amateigada do cinema e é diversão garantida para toda família. 
8.5

Titulo : A Lenda de Tarzan(The Legend of Tarzan)

Sinopse
Releitura da clássica lenda de Tarzan, na qual um pequeno garoto órfão é criado na selva, e mais tarde tenta se adaptar à vida entre os humanos. Na década de 30, Tarzan, aclimatado à vida em Londres em conjunto com sua esposa Jane, é chamado para retornar à selva onde passou a maior parte da sua vida onde servirá como um emissário do Parlamento Britânico.

O que você espera desse filme? Comente e dê sua Nota... Ajude o www.setimaart.com e os outros internautas!
"A Lenda de Tarzan" Crítica da Semana "A Lenda de Tarzan" Crítica da Semana Reviewed by Sétima Art on 22:05:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do Site, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor do www.setimaart.com reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.


>

Ads Top